Arte Além CôaImprimir

MAZOUCO


Na freguesia de Mazouco, concelho de Freixo de Espada à Cinta, na margem direita do Douro e junto à foz da ribeira de Albagueira, situa-se aquele que, a justo título, deve ser considerado como o primeiro conjunto de representações de arte rupestre paleolítica identificado no nosso país.

Dado a conhecer em 1981, o pequeno conjunto de gravuras, de que fazem parte quatro figurações, foi realizado numa parede vertical de xisto, protegida superiormente por um pequeno ressalto.

A figura principal, que ocupa o centro da composição, é constituída por uma representação de equídeo, com cerca de sessenta e dois centímetros de comprimento máximo, cujo contorno se encontra definido por uma linha cérvico-dorsal muito acentuada, complementada por uma dupla linha ventral. Este traçado, que define um corpo animal volumoso, é complementado pela representação de uma cabeça de pequenas dimensões, uma espessa crina e uns quartos traseiros e dianteiros igualmente curtos, características que, no plano estilístico, conferem ao animal uma feição arcaizante.

Por cima desta figura, completam o conjunto vestígios de outras três representações, duas delas correspondendo, eventualmente, também a equídeos, sendo a terceira inidentificável.

Do ponto de vista da técnica de execução, o conjunto foi estabelecido por picotagem profunda, tendo o traçado dos contornos das figuras sido posteriormente objecto de polimento por abrasão.

No plano cronológico e tomando como referência o quadro da evolução técnica e estilística estabelecido para a arte rupestre paleolítica do vale do Côa, o conjunto de Mazouco, particularmente a sua representação principal, deverá integrar-se no horizonte cronológico da fase antiga Gravetto-Solutrense daquele complexo, sem que tal lhe retire o seu cunho estilístico original e arcaizante.


Para saber mais:
BAPTISTA, António Martinho (2009) – O Paradigma Perdido. O Vale do Côa e a Arte Paleolítica de Ar Livre em Portugal, Porto, Edições Afrontamento, 254 p.

© CÔA Todos os direitos reservados© All rights reserved