MogadouroTorre MoncorvoFreixo de Espada à CintaVila Nova de Foz CôaMêdaFigueira de Castelo RodrigoPinhelTrancosoAlmeidaSabugalAssociação de Municípios do Vale do Côa

Vale do CôaImprimir

Freixo de Espada à Cinta medieval

Quatro pequenas comunidades vizinhas situadas sobre o Douro — Freixo de Espada à Cinta, Alva, Mós e Urros — receberam cartas de foral na 2ª metade do séc. XII que lhes delimitam termos diminutos. Destas quatro antigas vilas apenas Freixo de Espada à Cinta mantém o estatuto de vila e sede de concelho. Mós e Urros são hoje aldeias do concelho de Torre de Moncorvo e Alva um conjunto de ruínas no topo de uma colina sobranceira ao Douro.

Segundo o Numeramento de 1527-32 a vila de Freixo tinha um bõo castello, forte, cerqado, omde nam vyve mais que o alcayde. O número de moradores na vila e arrabaldes atingia 447, apenas ultrapassado, na Comarca de Trás-os-Montes, por Bragança e Vila Real.

Alva, de que se não conhece a concessão de foral, surge pela primeira vez mencionada, ao lado de Freixo e de Urros, como um dos castelos tomados pelos leoneses na invasão que ocorreu em Junho de 1212. Eram, com toda a certeza, comunidades de há muito instaladas na região que, na 2ª metade do séc. XII, por via de uma nova proximidade e aliança com o rei de Portugal, expressa pela concessão do foral, se integram no plano reordenador da Monarquia.
A partir do século XIII, Freixo, sempre com o apoio régio, alarga o termo subordinando Alva e Urros, ao mesmo tempo que se investia na transformação das suas fortificações e concentrava população.

Entretanto, a aldeia de Alva já não existia no séc. XVI, não sendo mencionada no Numeramento de 1527-32. No final do século XVII, o Pe. Carvalho da Costa dizia, na Corographia Portugueza, que no limite do lugar de Poiares, termo da vila de Freixo, estava a Ermida de Nossa Senhora de Alva, & junto  a ella hum arruínado Castello com suas muralhas, aonde antigamente esteve fundada a Villa de Alva (que) se despovoou, & arruínou, ficando sómente a barca, que ainda navega no rio com o nome de barca de Alva, & a referida Ermida de Santa Maria.

 

© CÔA Todos os direitos reservados© All rights reserved